Amigo Construtor Ensina

Fuga de energia e ligação clandestina: como identificar

FacebookGoogle+TwitterLinkedInWhatsApp
Fuga de energia

A conta de luz chegou mais cara e você não sabe o motivo. Esse é o primeiro sintoma de que a sua casa pode ter uma fuga de energia, ou até mesmo uma ligação clandestina.

Uma fuga de energia é como um vazamento de água: se você não reparar logo, vai pesar no seu bolso e prejudicar o meio ambiente.

Além disso, há os riscos de choques, perda de eletrodomésticos e danos em toda a instalação.

Já as ligações clandestinas, os famosos “gatos”, são ilegais e podem até provocar incêndios.

Mas como identificar se isso está acontecendo na sua casa ou na sua empresa?

Fugas de energia

Causas

  • Isolamento incorreto dos circuitos elétricos são as principais causas de fuga de energia.
  • Condutores desencapados, emendas malfeitas, falha no material isolante, tudo isso também pode levar à fuga de corrente elétrica.
  • O desgaste dos fios, que pode acontecer por conta do clima, do tempo ou de animais, também é um fator de risco.
  • Outra situação que deve ser observada é a de eletrodomésticos com defeito.

Sintomas

  • O aumento no consumo, como citamos acima, é o primeiro sinal de alerta. Mas se você reparar que os seus equipamentos, ou até mesmo as paredes próximas a eles, estão superaquecendo, é bom verificar se não há fuga de energia.
  • Queda frequente de disjuntores, eletrodomésticos que queimam com frequência, queda de luz frequente (principalmente na sua casa e não na vizinhança) são sintomas a serem levados em conta.

Como identificar fuga de energia

  1. Identificar o que está causando a fuga de energia é simples. Mesmo assim, antes de tudo, fique atento ao EPI (Equipamento de Proteção Individual): utilize calçados com isolamento, ou seja, com solado de borracha. Outra medida importante é se livrar de objetos e adereços, como moedas, anéis e brincos, principalmente se forem de metal.
  2. Devidamente protegido, desligue todos os aparelhos das tomadas e apague as luzes. Em seguida, fique de olho na movimentação do medidor de energia.
    • Medidor analógico: se ele estiver se movendo mesmo com tudo desligado, com certeza existe fuga de corrente elétrica no local.
    • Medidor digital: verifique se a luz vermelha continua acesa ou piscando no display e se o último número subiu. Se a resposta for sim, é sinal de que há fuga de energia.
  3. Aparelhos que dão choque também são um alerta para fuga de energia. A orientação é levar o aparelho para uma assistência técnica imediatamente.

Encontrando a origem

Agora, para saber a origem da fuga:

  • Desligue a chave geral e observe o medidor. Se ele parar de girar, então o problema está na instalação elétrica. Nesse caso, você deve chamar um eletricista de confiança.
  • Se o medidor não parar de girar, o problema está no próprio medidor. Você deve entrar em contato com a empresa que fornece a energia elétrica.

Ligações clandestinas (“gatos”)

Se você verificou todos os “sintomas” acima e não identificou uma fuga de energia, o problema pode ser um “gato”. As ligações clandestinas são mais difíceis de identificar, porque são feitas externamente.

Elas podem ser feitas junto ao seu medidor ou direto da rede pública, para desviar a corrente elétrica. Em ambos os casos, a prática é ilegal. Você pode acionar a companhia de energia elétrica para verificar.

Se você mudou para uma casa e o valor da conta de luz está menor que na anterior, fique de olho. O antigo dono pode ter feito um “gato” no seu novo lar. Também é sua responsabilidade notificar a empresa fornecedora e ela fará o reparo.

Agora que você já sabe como identificar e o que fazer em caso de fuga de energia e ligações clandestinas, fique atento! Tudo isso afeta o seu bolso, o meio ambiente e é um risco à saúde e à segurança na sua casa ou na sua empresa.

Gostou dessas dicas? Conheça o que mais você pode fazer para garantir a segurança em casa.

Fontes: G1, Faz Fácil, Assim que Faz, Terra

Tags:, , ,
Pernilongo: como se proteger

Pernilongos: aprenda como se livrar desse incômodo

Como se faz
Revestimentos para Banheiro

10 ideias de revestimento para banheiro

Mercado