Amigo Ensina

Drywall: Vantagens e Desvantagens

9 de novembro de 2020
FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

Você sabe o que é o sistema de fechamento interno de drywall? Conhece suas vantagens e desvantagens? Vamos explicar tudo neste artigo.

O sistema

De forma resumida, o sistema drywall é um tipo de fechamento e vedação interna que é equivalente ao uso da alvenaria convencional, podendo, inclusive, substituí-la. No entanto, é um produto que não apresenta função estrutural.

O sistema drywall combina perfis de aço galvanizado com chapas de gesso acartonado de alta resistência. Como forma opcional, entre estas chamas de gesso acartonado pode ainda ser instaladas mantas de isolamento térmico e acústico, como placas de isopor, espumas, lã de vidro, etc.

Fonte: https://kvmgesso1.webnode.com/galeria-de-fotos/#&gid=1&pid=38

Nesse sistema, as placas de gesso acartonado são fixados aos perfis metálicos com auxílio de parafusos especiais. Após a instalação completa é feito o acabamento das juntas com telas e massas para drywall (similar a uma massa corrida).

Após esta etapa, realiza-se o acabamento final, com pintura ou o revestimento desejado. É importante observar se a tinta a ser usada pode ser aplicada direto no drywall, ou se é necessário algum primer. Da mesma forma a argamassa de assentamento, para o caso de aplicação de revestimento cerâmico.

Fonte: http://engenheironocanteiro.com.br/drywall-conheca-os-motivos-porque-os-eua-e-a-europa-amam-esse-sistema/

Posso substituir todas as minhas paredes internas por drywall?

Se forem somente paredes de vedação, não há nenhum problema. Desde que essa decisão seja tomada ainda no momento do projeto, já que toda a instalação elétrica e hidráulica passa por dentro delas.

Um ponto de atenção é a existência de chapas de drywall especificas para cada aplicação:

a) Chapa de drywall Branca (ST – Standard)
São chapas padrão, usadas exclusivamente em ambientes secos.

b) Chapa rosa (RF)
Possuem adição de fibra de vidro e são resistentes ao fogo. São comumente utilizadas em locais próximos a fontes de calor, como fogões, lareiras etc.

c) Chapa Verde (RU)
São chapas com adição de silicones e aditivos fungicidas. Por esta razão, é o único modelo indicado para uso em áreas molhadas, como paredes de banheiros, áreas de serviço e cozinhas.

Vantagens

• Ganho de área útil: as paredes de drywall são mais finas. Ganha-se mais área nos cômodos;
• Instalação rápida e limpa: é uma instalação a seco, sem necessidade de argamassa de assentamento, nem transporte de materiais pesados, como tijolos;
• Mais econômico: menor custo de instalação;
• Maior facilidade de instalação elétrica e hidráulica: não há necessidade de quebra da alvenaria. As tubulações passam livres por dentro da parede de drywall;
• Maior facilidade de reparo hidráulico e elétrico: com uma serra simples (ou mesmo uma faca de serra) é possível cortar o drywall e acessar a tubulação. Após o reparo, fechar o buraco também é muito simples;
• Possuem melhor isolamento térmico e acústico do que as paredes de alvenaria. Paredes de drywall normais conseguem isolar até 44dB. Recebendo forros especiais, até 72dB (equivalente a um aspirador de pó);
• Peso muito menor: as paredes de drywall pesam apenas cerca de 20% do peso de uma parede de alvenaria;
• Melhor acabamento: as paredes de drywall costumam ser mais planas do que paredes de alvenaria.

Desvantagens

• Possuem baixa resistência: caso algo bata na parede com força, possivelmente abrirá um buraco – mas conforme comentado anteriormente, o reparo é fácil;
• Indicado apenas para ambientes internos;
• Fixação de objetos nas paredes, como quadros e painéis de TV, requerem cuidados especiais. É necessário sempre o uso de buchas para drywall. Além disso, dependendo do peso do objeto a ser fixado, pode ser necessário um reforço na estrutura da parede para suportá-lo.

Eng. Diogo de Bem – Consultoria Técnica InterCement

Tags: ,

Mais vistos:

error: Alert: Content is protected !!