Amigo Ensina

Tudo o que você precisa saber sobre fios e cabos elétricos

25 de maio de 2020
FacebookTwitterLinkedInGmail
Cabos e fios elétricos

Você sabe como escolher o cabo elétrico correto para a sua casa? Parece algo simples, mas requer alguns cuidados.

A escolha do fio a ser utilizado é muitas vezes negligenciada em uma obra. Contudo, é importante lembrar que a escolha de um cabo ou fio incorreto, pode levar a problemas nos equipamentos elétricos ligados nele, além de gerar risco de incêndio.  A seguir vamos falar um pouco sobre os cabos e fios elétricos.

Vocês sabem a diferença de cabo e de fio?

Ambos são utilizados para transmissão de energia elétrica e são fabricados normalmente de cobre.  Os fios são formados por um único filamento e são, por esta razão, mais rígidos que os cabos. Normalmente os fios de cobre são utilizados somente em locais em que são precisam ser dobrados ou movimentados. Já os cabos de cobre são compostos de múltiplos filamentos entrelaçados, o que os deixa muito mais maleável. Atualmente os fios rígidos de cobre vêm sendo cada vez menos utilizados em situações cotidianas. Em um apartamento, por exemplo, o uso de fio rígido só é comum até o quadro elétrico, principalmente pelo fato que é mais fácil passar o cabo rígido pelos dutos do que o cabo flexível. Entretanto, do quadro até as tomadas normalmente se empregam cabos flexíveis.

Diferença entre cabo e fio
Adaptado de Mundo da Elétrica

E vocês sabem a razão de se utilizar cabos mais grossos em certas situações??

Vamos imaginar os cabos como sendo uma tubulação de água. Não se consegue passar uma mesma vazão de água por um tubo de 25mm e por um tubo de 100mm, correto? Caso se tente passar uma vazão muita alta no tubo de 25mm, a água irá vazar ou se gerará uma pressão muito alta no tubo, podendo trinca-lo.

O mesmo ocorre com a fiação elétrica, mas ao invés de água, estamos passando corrente elétrica.  Caso se tente passar uma corrente elétrica maior do que o cabo suporta, haverá perda de energia e aquecimento, o que pode ser perigoso. É por esta razão, por exemplo, que o fio do chuveiro elétrico é mais grosso que o fio que se utiliza para a ligação de luminárias.

Mas então como é feita a escolha da bitola do cabo?

A corrente elétrica é a razão (divisão) entre a potência e a voltagem, ou seja, em um chuveiro elétrico com uma potência de 6800W em 220V, teríamos então uma corrente de 6800/220=30,9A.

Já em uma lâmpada de 65W ligadas em 220V, teríamos somente 0,3A. 

Analisando a tabela acima, percebe-se que o cabo do chuveiro, para este exemplo, precisaria ser de no mínimo de 6mm². Já o cabo para a lâmpada poderia ser bem mais fino.

Entretanto, é importante lembrar deve-se sempre levar em conta toda a corrente que o cabo vai receber. Ao contrário do chuveiro elétrico, onde o cabo e o disjuntor costumam ser dedicados, saindo do quadro especialmente para ele, o mesmo não ocorre com fiação elétrica de um quarto, por exemplo. Normalmente se utiliza somente um disjuntor para um ou mais cômodos, de forma que somente um fio sai do quadro e alimenta diversas lâmpadas, ou mesmo eletrônicos. Toda esta corrente deve ser somada para determinar a bitola do fio.

Outro ponto importante é a escolha correta do disjuntor. O disjuntor está ali para proteção. Não se deve utilizar um disjuntor muito maior que o necessário. No caso do chuveiro, com uma corrente de 30,8A, não se deve utilizar ali um disjuntor de 50A, por exemplo. Um disjuntor de 32A, já atenderia satisfatoriamente a demanda. Se um disjuntor está caindo com frequência, é importante entender o motivo. Não se pode simplesmente trocar o disjuntor por um maior. O disjuntor é a sua segurança.

A conta demonstrada acima é meramente demonstrativa. Recomendamos que jamais faça uma instalação elétrica sem um projeto específico elaborado por um profissional habilitado. Além disso, os fios, cabos e disjuntores a serem comprados e instalados devem sempre seguir rigorosamente o especificado neste projeto. Jamais faça qualquer troca sem falar com o projetista. Isso também é para sua SEGURANÇA.  Lembrem-se que corrente elétrica é algo perigoso. Sempre contrate profissionais capacitados e utilize EPIs.

Tags: , , , ,

Posts Recentes

Posts recentes