Amigo Ensina

Com o que não se deve economizar na obra

21 de agosto de 2020
FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

Você já aprendeu como economizar na compra de materiais de construção. Mas alguns itens não podem ser deixados de lado na hora de investir, ou então você acaba economizando na obra só para ter que refazer todo o trabalho no futuro.

Por isso, trouxemos para você 5 dicas do que não economizar na hora de construir ou reformar!

1. Projeto

Muita gente pula esta etapa, e isso é um erro gravíssimo. Projetos pouco detalhados também podem ser grandes problemas.

O projeto é um documento formal que protege o morador de surpresas no decorrer da obra. Assim, ele deve detalhar todos os materiais e suas quantidades em cada etapa e local da obra.

Dessa forma, o morador se protege de custos adicionais apresentados por empreiteiros e construtoras ao longo da execução. Além disso, você pode exigir a entrega do que foi previsto no projeto.

2. Mão de obra

Evite aquele profissional “faz-tudo”. Há uma grande diferença entre um eletricista, um pedreiro ou um encanador e alguém que se aventura a fazer gambiarras. Busque profissionais de confiança e valorize cada especialidade, assim você evita serviços mal feitos e até o risco de acidentes no futuro.

3. Revestimento de áreas úmidas

Pinturas não adiantam em certas áreas da casa, como o box do banheiro. A tinta tem vida útil curta nesses ambientes, e você terá que refazer o trabalho diversas vezes.

Por isso, invista em revestimentos apropriados, como cerâmica e pastilhas. Se for preciso, você pode optar por modelos mais simples e economizar na aparência, ao invés da qualidade.

4. Móveis da cozinha

Esse é um investimento que vale a pena. Se você for contratar um marceneiro para os móveis da cozinha, busque um que te garanta materiais de qualidade e apropriados para esse cômodo. Assim, você evita inúmeras trocas e consertos no futuro.

5. Materiais básicos

É possível economizar na compra desses produtos, mas sem descuidar da qualidade. Tijolos, tubulações, parte elétrica e impermeabilização, por exemplo, são itens que só têm conserto com uma nova obra. Ou seja, o custo pode dobrar, além de toda a construção ser colocada em risco.

Viu que o barato pode sair caro, não é? Então, planeje-se bem e garanta uma obra sem dor de cabeça.

E continue acompanhando o Blog do Amigo Construtor para mais dicas para a sua obra!

Tags: ,

Mais vistos:

error: Alert: Content is protected !!