Amigo Ensina

Reforço estrutural: o que é e como fazer

15 de outubro de 2020
FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

Vamos imaginar duas situações. A primeira: você fez uma concretagem; quando saíram as resistências do concreto, percebeu que não atingiu o esperado. A segunda: você tem uma edificação que foi projetada para uso residencial e agora ela vai ser usada como academia, com uma carga bem superior à projetada. Você sabe o que pode ser feito nesses casos?

Primeiramente é preciso verificar com o engenheiro projetista da obra se a resistência do concreto, mesmo inferior, é suficiente e se a estrutura existente suporta a nova carga da academia. Caso a resposta seja negativa, normalmente será recomendado que se faça um reforço estrutural.

Você sabe como pode ser feito esse reforço? Vamos mostrar neste texto as formas mais comuns de reforço. Dessa forma, quando o engenheiro responsável pelo reforço te explicar o que será feito, tudo ficará mais claro.

Quando nós pensamos em reforço, partimos sempre do princípio de que o conjunto estrutural com problema está com falta de resistência mecânica ou falta de rigidez suficiente para não gerar grandes deformações. Sendo assim, temos algumas alternativas que podem ser adotadas para as construções em concreto armado:

1- Reforço estrutural com aumento de seção e incremento de armadura

Consiste no aumento das dimensões da peça estrutural existente, já que quanto maior a dimensão da peça, maior é a carga que ela resiste.

Vamos considerar um pilar de dimensão 40x40cm como exemplo. Caso seja necessário reforçá-lo, uma opção é aumentar sua área para 40×50. Esse aumento pode ser feito com 5 cm para cada lado ou 10 cm para um único lado, dependendo do critério escolhido pelo projetista.

A imagem abaixo apresenta um exemplo dessa situação de aumento de seção. Entretanto, neste caso, foi necessário um aumento bem significativo.

Fonte: https://techniques.com.br/reforco-estrutural-em-concreto/

O reforço nesse formato – encamisando a estrutura original – é uma opção muito utilizada. No entanto o acréscimo de peso no conjunto estrutural é sempre um ponto de atenção, uma vez que 1 m³ de concreto representa 2,5 toneladas de carga adicional.

Além disso, o aumento de seção faz também com que haja uma perda de área útil na construção. Se for em uma garagem, por exemplo, pode-se acabar perdendo uma vaga.

Em comparação com as próximas soluções apresentadas, ainda é a de menor custo e a mais simples de ser realizada, podendo, em muitos casos, utilizar a própria mão de obra.

2- Reforço estrutural com perfis metálicos

O reforço com uso de perfis ou chapas metálicas permite que a estrutura absorva os esforços de forma segura e sem grande acréscimo de peso próprio, no entanto o custo é mais elevado do que o aumento de seção e ainda pode haver perda de área útil.

É um sistema mais complexo do que o encamisamento mostrado anteriormente. Por essa razão é importante a contratação de uma empresa especializada para a realização do serviço. Caso a fixação dos perfis ou das chapas não seja feito corretamente, conforme projetado, o reforço pode perder sua capacidade.

As figuras abaixo representam, respectivamente, a utilização de placas metálicas e de perfis I.

Fonte: http://www.htecnic.pt/obra.php?id=276

Fonte: http://www.nucleofix.com.br/imagens/produtos/reforco-estrutural-01.jpg

3- Reforço estrutural com fibras de carbono

Este provavelmente é o método mais simples e limpo de se fazer um reforço, além de poupar área útil da sua obra. No entanto é o mais caro.

As fibras de carbono podem ser usadas tanto para aumentar a capacidade de resistência de vigas e lajes quanto de pilares, conforme apresentado nas figuras a seguir:

Fonte: http://eipengenharia.com.br/reforco-estrutural/

Fonte: https://www.proteconengenharia.com/

As fibras são coladas com um adesivo químico especial e desenvolvido especialmente para essa aplicação. A aplicação correta das fibras é o que garante a qualidade do reforço. Por essa razão, é imprescindível o uso de mão de obra especializada neste caso.

Quando tiver um problema estrutural, sempre converse com um projetista. Somente ele poderá determinar a melhor solução para o seu caso.

Guilherme Aznar – Consultoria Técnica InterCement

Tags: , , ,

Mais vistos:

error: Alert: Content is protected !!