Amigo Ensina

Saiba tudo sobre alvenaria estrutural

11 de março de 2020
FacebookTwitterLinkedInGmail

E aí, você já ouviu falar de alvenaria estrutural ou construção com bloco estrutural?

Bom, este é um tipo de construção em que não se utiliza vigas e pilares de concreto armado, como nas estruturas convencionais. Neste caso, as próprias paredes fazem toda a sustentação das cargas da obra.

Crédito: INFRAROI

Da mesma forma que em estruturas de concreto armado, é imprescindível que se tenha um projeto estrutural. Neste projeto virão informações e detalhamentos importantes para a obra, como a resistência mínima necessária do bloco, detalhes das amarrações das paredes, pontos de grauteamento, detalhes dos reforços necessários para aberturas de portas e janelas etc.

Na figura abaixo, segue um exemplo de amarração de paredes, feito com barras de aço e graute. A quantidade e bitola da armadura a ser usada, bem como a especificação do graute, consta no projeto estrutural.

Crédito: UFRGS

Resistência do bloco

Como na alvenaria estrutural toda a carga da estrutura é sustentada pela alvenaria, a resistência do bloco é importantíssima. Normalmente se utiliza para este tipo de construção os famosos blocos de concreto. Estes blocos possuem resistência que varia de 4,5 MPa a mais de 10 MPa. Por isso, é sempre bom garantir a qualidade dos blocos comprados, solicitando laudos de resistência aos fabricantes.

Uma curiosidade é que é normal encontrar projetos de alvenaria estrutural em que a resistência do bloco varia de acordo com os andares do prédio. Em andares mais baixos, normalmente se utiliza blocos de resistência mais alta, uma vez que há mais carga sobre eles. À medida que a estrutura sobe, passa-se a utilizar blocos com menores resistências.

Argamassa de assentamento

Da mesma forma que a resistência dos blocos são importantes para garantir a estabilidade da estrutura, a resistência da argamassa de assentamento também é. Neste tipo de construção, deve-se utilizar uma argamassa adequada para este tipo de estrutura. Diversos fabricantes já vendem argamassas específicas para alvenaria estrutural.

Ao contrário do que muitos imaginam, a construção em alvenaria estrutural também pode ser feita com blocos cerâmicos. No entanto, da mesma forma que para blocos de concreto, a resistência do tijolo cerâmico é importantíssima.

Crédito: Cerâmica City

Antigamente, acreditava-se que alvenaria estrutural só poderia ser utilizada para construções pequenas, como casas ou sobrados. Isso não é verdade. Já existem diversos empreendimentos com mais de 10 pavimentos construídos em alvenaria estrutural. O prédio do hotel Excalibur em Las Vegas possui 30 andares e foi construído usando este sistema construtivo.

No entanto, as maiores vantagens financeiras do uso de alvenaria estrutural são em edificações de até cinco pavimentos, segundo diversos estudos. Acima disso, a vantagem frente à estrutura convencional começa a reduzir.

Divulgação

Outro fato interessante sobre a alvenaria estrutural é que já são vendidos blocos em formatos de canaleta ou meio bloco, facilitando a construção de vergas e contravergas em vãos, da mesma forma que auxiliando na montagem das paredes.

Crédito: PraConstruir

Vantagens e desvantagens da alvenaria estrutural

Bom, agora que vocês já sabem um pouco sobre a alvenaria estrutural, que tal falarmos de vantagens e desvantagens deste sistema?!

VANTAGENS

  1. Redução de custos: diversos estudos já demonstraram que, para edificações de até cinco pavimentos, a alvenaria estrutural gera reduções de custos que chegam a até 30%. Por outro lado, em edifícios com mais de 10 andares, dificilmente esta redução de custos passa dos 10%.
  2. Bom desempenho térmico e acústico.construção
  3. Facilidade na passagem de tubulação elétrica: as tubulações são passadas por dentro dos vãos dos tijolos, não havendo necessidade de se realizar rasgos posteriores na alvenaria.
  4. Maior limpeza de obra e menor desperdício, uma vez que se utiliza somente tijolos inteiros.

Crédito: ContruFácil RJ

DESVANTAGENS

  1. Menor flexibilidade de dimensões das paredes: como na alvenaria estrutural não se pode utilizar tijolos quebrados, é necessário que as paredes tenham dimensões que permitam o uso somente de tijolos inteiros.
  2. Limitação de grandes vão e balanços: como não se utiliza vigas, dificilmente se consegue ter vãos muito grandes e nem estruturas em balanço.
  3. Menor flexibilidade da planta: como as paredes são estruturais, normalmente não se pode remover paredes internas do imóvel para realizar alterações de layout. A fim de contornar esta situação, algumas construtoras já estão realizando construções com somente algumas paredes internas estruturais e outras em drywall. Desta forma, se permite algum nível de alteração interna.

OBS: sempre verificar com um engenheiro quais paredes podem ser derrubadas antes de executar uma reforma. Solicite também sempre a ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) do serviço a ser realizado.

Bom, agora que vocês já sabem um pouco mais sobre alvenaria estrutural, o que acharam?

Bora construir com blocos estruturais?

Tags: , , ,

Posts Recentes

Posts recentes