Amigo Ensina

Tipos de fundação – Parte I

29 de janeiro de 2021
FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

Umas das partes mais importantes de uma construção, as fundações são elementos estruturais que têm como principal objetivo suportar cargas de uma edificação e distribuí-las ao solo. A escolha do tipo de fundação é muito importante e ocorre na etapa de concepção do projeto, levando em consideração os seguintes itens:

• Carga da edificação;
• Nível do lençol freático;
• O tipo e resistência do solo.

Dessa maneira, além de um bom projeto estrutural de edificação, a escolha da fundação passa também por uma boa investigação geológica e geotécnica, envolvendo um reconhecimento inicial realizado por meio de visita ao local para percepções iniciais (conhecimento da topografia, indícios de instabilidade de taludes, presença de aterro ou contaminação do solo, estado das construções vizinhas etc.) até a realização de sondagens para determinar a posição do nível d’água, os tipos de solo presentes na região (divididos em camadas conforme a profundidade) e sua resistência à penetração (através do uso de sondagens à percussão – SPT combinadas a outras técnicas de investigação geológica, conforme necessidade). Todos esses serviços devem ser executados por profissionais capacitados. Em alguns casos, outros ensaios laboratoriais podem ser solicitados.

A NBR 6.122 “Projeto e execução de fundações” é a norma brasileira que prevê as condicionantes básicas a serem observadas neste tipo de serviço. Esta norma divide as fundações em dois grandes grupos: fundações rasas (ou diretas, ou superficiais) e profundas (ou indiretas). Confira a seguir a diferença entre eles:

1) Fundações rasas, diretas ou superficiais: nesse tipo de fundação, as cargas provenientes da edificação são distribuídas ao solo por meio do contato com sua base. Outra característica desse tipo de fundação é que a base da fundação está assentada em uma profundidade inferior a duas vezes a menor dimensão do elemento de fundação.

Apostila de Conhecimentos Específicos p/ TCE-SC (Auditor de Controle Externo – Engenheiro Civil) – 2020. Disponível em: . Acesso em 03 nov. 2020.

2) Fundações profundas ou indiretas: nesse tipo de fundação, as cargas da edificação são transmitidas ao terreno por meio de sua base (resistência de ponta), de sua superfície lateral (resistência de fuste), ou de uma combinação das duas formas, sendo que sua base deve estar apoiada em uma profundidade superior a oito vezes sua menor dimensão em planta (mínimo de 3,00 m).

Apostila de Conhecimentos Específicos p/ TCE-SC (Auditor de Controle Externo – Engenheiro Civil) – 2020. Disponível em: . Acesso em 03 nov. 2020.

Os principais tipos de fundações rasas são os seguintes:

a) Sapatas: elementos de fundação em concreto armado, cujos esforços de tração são suportados pela armadura. Podem ser sapatas isoladas (destinadas a suportar as cargas de um único pilar), corridas (projetadas para cargas linearmente distribuídas, como muros ou paredes) ou associadas (comum a dois ou mais pilares).

Sapata isolada e sapata corrida. Disponível em:
https://www.cliquearquitetura.com.br/artigo/fundacoes-rasas,-superficiais-ou-diretas.html. Acesso em 03 nov. 2020.

 

Sapata associada. Disponível em:
https://www.escolaengenharia.com.br/sapatas-de-fundacao/ . Acesso em 03 nov. 2020.

b) Blocos: são elementos em concreto simples (ou seja, sem armadura) ou outros materiais (comumente alvenaria ou pedras). A estrutura do bloco possui grande rigidez, de modo que o elemento é capaz de resistir aos esforços de tração sem uso de armaduras.

Blocos de fundação. Disponível em:
https://www.guiadaengenharia.com/fundacoes-rasas-conceitos. Acesso em 03 nov. 2020.

c) Radier: é um elemento de fundação semelhante a uma laje em contato direto com o solo que recebe as cargas dos pilares ou paredes da edificação. O radier é moldado in loco e é feito de concreto armado, protendido ou reforçado com fibras. Deve possuir rigidez para receber e distribuir mais do que 70% das cargas da estrutura.

Radier. Disponível em:
https://www.aecweb.com.br/revista/materias/radier-de-concreto-e-solucao-de-fundacao-rasa-para-varios-tipos-de-solo/17269>. Acesso em 03 nov. 2020.

No segundo post desta série, você aprenderá tudo sobre os principais tipos de fundação profunda. Fique ligado!

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe com seus colegas. Até o próximo o texto!

Por Mariana Ribeiro – Consultora Técnica InterCement Brasil

Tags: , ,

Mais vistos: