Diário de Obra

Entrega da obra: 3 dicas para cumprir o prazo combinado

04 de janeiro de 2018
FacebookTwitterLinkedInGmail
Entrega da Obra

Você fica preocupado em conseguir cumprir os prazos combinados com os clientes? Acredita que seja desafiador estabelecer uma data certa para a entrega da obra? Então, esse post é para você!

Sabemos que o resultado de um ótimo trabalho são clientes satisfeitos e que a possibilidade deles nos recomendarem para conhecidos é enorme. Porém, por diversos fatores, é muito comum os tempos combinados extrapolarem.

Neste post reunimos informações para que você consiga cumprir a data combinada na hora do contrato. Então, siga conosco as dicas abaixo e veja como evitar o atraso na entrega de uma obra!

  1. Seja profissional

Quando um cliente deseja contratar nossos serviços, o primeiro passo soaleo açoaleo é analisar o projeto. Faça isso com muita calma e verifique todos os detalhes. Não queira passar um “valor por cima”, pois isso poderá lhe trazer problemas. Se for o caso, peça um tempo para analisar e poder fazer um orçamento e cronograma adequados.

Ao alinhar o projeto do cliente com as possibilidades reais, como encontrar mão de obra qualificada e materiais, a data que você estabelecerá será mais próxima possível da que conseguirá cumprir.

Se você está no início de sua carreira, é importante sempre estar atento ao tempo a ser aplicado em determinadas partes da obra. Essa experiência lhe trará mais segurança para estabelecer prazos certos. Então, esteja atento!

Também é muito importante manter o cliente sempre informado de como está o andamento do projeto. Se surpresas que resultarão em atrasos acontecerem no meio do caminho, deixe-o informado.

  1. Cumpra uma sequência

Após traçar o planejamento, é fundamental que você tenha uma sequência bem clara da execução da obra em sua cabeça.

É preciso estar sempre atento ao próximo passo e aos materiais que serão necessários para não perder tempo. Por exemplo: se, na semana que vem, você começará a mexer no telhado, é preciso verificar com antecedência se o material já estará na obra.

Ou seja, além do trabalho executado na prática, é preciso aprender a observar o projeto e ter cada etapa bem definida para não se perder. Por isso, preparamos uma sequência que pode ajudar:

  1. inicia-se pelas demolições, já que é preciso remover os entulhos e retirar todo o material que não será utilizado;
  2. reformas de estrutura: aumentar ou diminuir cômodos / construir ou demolir paredes;
  3. construir e/ou reformar as lajes e telhados;
  4. assentar as janelas e portas;
  5. instalar os encanamentos;
  6. fazer as instalações elétricas;
  7. construir e/ou reformar o forro;
  8. colocar pisos e azulejos;
  9. instalar as louças;
  10. fazer a pintura;
  11. instalar luminárias
  12. fazer a marcenaria.
  1. Planeje a compra dos materiais

Para não atrasar a execução da obra, é fundamental ter uma organização em relação à compra dos materiais. Também é preciso saber a quantidade correta dos itens e ficar esperto em relação à qualidade deles.

Comprar itens baratos pode ser ruim pois, se o material não tiver qualidade, provavelmente você terá que refazer o serviço — o que implicará, com certeza, em atraso na entrega e gastos extras.

É importante lembrar que os fatores fundamentais para a compra de materiais são a quantidade correta, a qualidade do material e saber se ele estará na obra na hora certa.

Para ser um excelente pedreiro e ter clientes realmente satisfeitos, é fundamental cumprir os cronogramas estabelecidos para a entrega da obra. Afinal, quando uma pessoa compra um imóvel ou realiza uma reforma, o que ela quer é se mudar o mais rápido possível. Com planejamento adequado e ritmo, com certeza você conseguirá dar conta do recado e entregará o serviço dentro do tempo combinado!

Gostou das nossas dicas? Então curta a nossa página no Facebook e receba mais informações sobre construção diretamente no seu feed de notícias!

 

Tags: , , ,

Posts Recentes

Newsletter

Posts recentes
Banner