Rede do Amigo

Grandes Construções: conheça o Burj Khalifa, o maior prédio do mundo

23 de setembro de 2020
FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

Inaugurado em 2010 na cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o edifício Burj Khalifa, considerado a maior estrutura vertical do mundo pelo livro dos recordes (Guinness World Records), é também um exemplo admirável de que não há limites para a capacidade humana quando o assunto é arquitetura, engenharia e leis da física.

Com mais de 828 metros de altura e 160 andares, o Burj Khalifa faz parte de um complexo comercial e residencial com 2 km de extensão, chamado Downtown Burj Dubai, localizado entre as duas principais vias da cidade de Dubai, a Sheikh Zaved Road e a Financial Centre Road.

Entre seus 160 andares, que podem ser acessados por 2.909 degraus ou então, mais de 50 elevadores, que viajam a uma velocidade de até 10 metros por segundo, estão os apartamentos residenciais de luxo e salas comerciais, além de restaurantes, observatórios, salas de manutenção e até uma mesquita. Também no edifício, está localizado o Hotel Armani, com 166 quartos à disposição. Uma diária em uma destas acomodações pode chegar a R$ 11 mil reais.

Com suas obras concluídas em apenas 6 anos, o Burj Khalifa teve um orçamento estimado em US$ 1,5 bilhão. Sua estrutura ultrapassou em 196 metros o segundo maior prédio do mundo, conhecido como Shanghai Tower, na China.

O projeto

Idealizado pelo renomado arquiteto americano Adrian Smith, da empresa de engenharia e arquitetura americana Skidmore, Owings and Merrill LLP, o projeto do Burj Khalifa foi inspirado na flor Hymenocallis, também conhecida como Lírio-Aranha, encontrada nos desertos mais áridos. Sua arquitetura é apresentada em três elementos armados em torno de um núcleo central, que emerge para ao topo. Visto de cima, é possível avistar os países vizinhos Irã e Omã.

Por conta de sua altura, o edifício Burj Khalifa precisou passar por diversos testes de vento, fundamentais para examinar possíveis consequências na torre e também em seus ocupantes. O efeito chaminé, como é chamado um dos fenômenos mais comuns entre arranha-céus, que afeta principalmente o design dos edifícios, surge das mudanças climáticas e das grandes pressões e temperaturas com a altura.

A construção

Em sua construção, realizada pela empresa sul-coreana Samsung Engineering & Construction, em parceria com a empresa belga Besix, e a Arabtec, dos Emirados Árabes Unidos, o edifício Burj Khalifa utilizou mais de 45 mil m³ de concreto, pesando o equivalente a 110 mil toneladas.

Além disso, para sua fundação, foram necessárias 192 estacas de aço de 1,5 metro de diâmetro por 43 metros de comprimento, enterradas a 50 metros de profundidade em terra.

E por falar em aço, com o admirável volume utilizado para a construção do Burj Khalifa, seria possível construir uma estrada que atravessaria ¼ da terra ou o mesmo traçado ligando os Estados Unidos ao Oriente Médio.

A edificação do Burj Khalifa contou com cerca de 12 mil trabalhadores de diversas partes do mundo, totalizando 22 milhões de horas/homem para ser concluída e se tornando um marco para a história da engenharia.

Fatos e Curiosidades do maior prédio do mundo

Também projetado pela empresa de Chigado, Skidmore, Owings and Merrill LLP, o design de interiores do prédio mais alto do mundo é de esbanjar: além de vidro por todas as partes (somente a área externa é composta por 28 mil painéis de vidro), possui aço inoxidável e pedras escuras polidas, além de piso de travertino prateado, paredes de estuque veneziano, tapetes artesanais e pisos de pedra. Visado para trazer o máximo da cultura local, o empreendimento ganhou status de edifício ícone.

Entre os 160 andares do Burj Khalifa, uma grande quantidade de peças de arte, de artistas renomados de todo o mundo e do Oriente Médio, está exposta para seus visitantes e moradores. Muitas das peças foram encomendadas especialmente pela Emaar Properties, uma empresa multinacional de desenvolvimento imobiliário dos Emirados Árabes Unidos, em homenagem ao espírito de harmonia global. Estas peças foram selecionadas como um meio de conectar culturas e comunidades em um único lugar, simbolizando o Burj Khalifa como uma colaboração cultural internacional.

Outros Recordes

Um edifício como Burj Khalifa, sinônimo de excelência e um dos ícones mais importantes da arquitetura e da construção da humanidade, com números altamente significantes, histórias diversas e muitas curiosidades, possui ainda muitos outros créditos em seu nome além de somente ser o maior edifício do mundo – por enquanto. Tais como: o edifício com maior número de andares; o mais alto mirante ao ar livre do mundo (452 metros, no andar 124); a mais alta mesquita do planeta (no andar 158), a boate mais alta da terra (no andar 144); o elevador mais rápido já instalado, podendo chegar a 64 km/h), entre outros.

Ainda que pareça impossível existir um edifício ainda maior, está previsto para ser lançado em 2020, também em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, a The Tower at Dubai Creek Harbour, que segundo os responsáveis pelo empreendimento, ultrapassará os 828 metros do arranha-céu Burj Khalifa.

*Com informações do Burj Khalifa Oficial e Guinness World Records.

Tags: , ,

Mais vistos:

error: Alert: Content is protected !!