Rede do Amigo

Covid-19: como manter a saúde mental em tempos de pandemia

26 de março de 2020
FacebookTwitterLinkedInWhatsApp
Saúde mental em tempos de pandemia

A quarentena devido à pandemia de coronavírus já nos deixou em alerta sobre nossa saúde física. Mas também é extremamente importante manter a nossa SAÚDE MENTAL em dia.

O confinamento e as preocupações com os efeitos dessa crise na saúde e na vida financeira podem afetar bastante o nosso psicológico. Por isso, precisamos nos cuidar e tomar algumas atitudes para nos mantermos saudáveis.

Confira algumas dicas de como manter a saúde mental durante a quarentena.

Desacelere

A quarentena pode ser incômoda, mas é também uma oportunidade de desacelerar da correria do dia a dia. Por isso, não se cobre para ser produtivo. Aproveite o tempo com a sua família, descanse e tente ver o lado bom da situação.

Sim, este é um momento ruim para o mundo todo, mas o pensamento positivo é uma arma para quem quer sair dessa situação com a mente saudável.

Mantenha uma rotina

Mesmo estando em casa o tempo todo, procure estabelecer horários para dormir, comer, se exercitar e trabalhar, se você estiver fazendo home office. Assim você vai encarar melhor os desafios deste momento, mantendo sua alimentação correta, seu sono regular e seus músculos ativos.

Faça atividades que goste

A sua rotina também deve incluir momentos de lazer. Para quem está fazendo home office, é fácil ficar muito mais que oito horas trabalhando. Mas esse não é o momento de mergulhar apenas no trabalho.

Separe um tempo para ver uma série ou filme, ler um livro, fazer um curso online ou qualquer outra atividade que você goste. Use esse tempo a mais para fazer o que a sua rotina não permitia.

Faça exercícios

Fazer atividades físicas também é muito bom para a saúde mental. Aplicativos para celular como Nike Training Club, Freeletics Bodyweight, Endomondo e FitNotes ensinam como se exercitar em casa com segurança.

Busque informações em fontes confiáveis

O excesso de informações que recebemos a todo momento traz vários riscos.

O primeiro deles são as fake news, que aumentam ou diminuem a importância do vírus e são um risco para a saúde pública. Por isso, não confie em informações enviadas pelo WhatsApp e redes sociais por pessoas que não têm nenhuma autoridade no assunto. Busque informações em jornais de confiança e site oficiais, como o da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Outro risco é que o excesso de informações sobre a pandemia pode aumentar a sensação de pânico. Porcure se informar duas vezes por dia em fontes confiáveis, mas não passe o dia vendo notícias sobre o assunto.

Seja pé no chão

Não alimente pensamentos negativos e a preocupação imaginando os piores cenários possíveis. O momento exige cuidados, mas o excesso de preocupação com o futuro pode gerar um desgaste para a sua mente. Foque no que precisa ser feito agora e se cuide.

Mantenha contato com amigos e família

WhatsApp, Skype e outras redes sociais. Temos inúmeras opções para continuar tendo contato e receber notícias de amigos e familiares à distância. Se possível, faça chamadas por vídeo e mate a saudade. Isso ajuda a diminuir a sensação de isolamento e te tranquiliza sobre o bem-estar daqueles que você ama.

Seja gentil

Ficar em casa é um ato de gentileza. Mesmo quem tem menos chances de sofrer com a doença pode ser um transmissor para outros, inclusive pessoas do grupo de risco. Por isso, proteja todos à sua volta.

Existem pessoas que se ofereceram para ir ao mercado para idosos, por exemplo, evitando que eles saiam e sejam infectados. Atos de gentileza como este contribuem para o bem-estar de todos.

Com informações da Revista Galileu e agências de notícias

Tags: , , , , ,

Mais vistos:

error: Alert: Content is protected !!