Decoração

Dicas e inspirações para usar a madeira de demolição na sua construção 

madeira de demolição

O uso da madeira de demolição é uma tendência crescente diante do cenário atual. O seu uso agrada tanto os arquitetos quanto os clientes por serem peças muito especiais, que levam ao ambiente uma personalidade única. A madeira de demolição, além de ser bastante estilosa, chama a atenção pela sua versatilidade, o seu preço e o seu potencial sustentável.

A madeira de demolição pode ser usada tanto em projetos arquitetônicos (como, por exemplo, em uma parede ou uma coluna), quanto para a confecção de móveis. Ela custa por volta de R$ 80 a 100 por metro quadrado, um preço muito bom se colocarmos na conta que a madeira é maciça, um material geralmente oriundo de madeiras nobres. Ou seja, o preço poderia ser bem maior. 

Além disso, a madeira de demolição tem um viés de sustentabilidade justamente por trazer em si a reciclagem de materiais, poupando o consumo de outros materiais e a extração da madeira, que gerariam ainda mais lixo, poluição e destruição do meio ambiente.

Pensando nisso, o Amigo Construtor te ajuda a entender o que é madeira de demolição e a conferir as várias possibilidades de uso dela, garantindo elegância ao ambiente construído e um mundo mais sustentável.

madeira de demolição

De onde vem a madeira de demolição?

Constantemente, há casas, galpões, fazendas, prédios e muitas outras construções sendo demolidas para dar lugar a novos imóveis. Para a realização deste trabalho, as demolidoras são contratadas e, por saberem a possibilidade de venda desse material, é possível comprar as madeiras de demolição diretamente delas.

Essa madeira de demolição também pode vir de ferrovias e postes antigos, que faziam o uso da madeira.

Tipos de madeiras de demolição

​No passado, era comum a utilização de madeira nobre nas construções. Por esse motivo, é muito provável que as madeiras de demolição sejam de um material nobre.

A mais fácil de encontrar é a peroba rosa. Ela foi muito usada em casas antigas e, por isso, boa parte das madeiras de demolição vêm dela. Além dessa, é possível citar a perobinha do campo, a cerejeira, a braúna e o pinho de riga.

A madeira mais usada nos postes de energia é chamada cruzetas. Elas e as dormentes eram confeccionadas por madeiras oriundas de peroba, ipê, jacarandá, angelim, carvalho, entre outras.

Como usar a madeira de demolição na decoração?

As madeiras de demolição podem ser usadas das mais diversas e criativas maneiras possíveis. Elas são extremamente versáteis e podem ser utilizadas desde a fabricação de móveis até ao uso de revestimento de madeira de demolição. Na hora de usar as madeiras, é bom ter em mente que elas são peças extremamente relevantes e chamam bastante a atenção, logo, a configuração do espaço deve ser feita pensando na majestade dessas peças.

Mesmo que o uso das madeiras de demolição seja diverso, quem procura utilizá-las em seu projeto geralmente quer ideias a fim de ter uma direção na execução do projeto. Pensando nisso, o Amigo Construtor traz algumas ideias de uso das madeiras de demolição na decoração.

As madeiras de demolição podem ser usadas desde o piso até o teto de um lugar. Além dos já citados revestimentos, é possível fazer dessa um piso ou um forro dessa madeira. A madeira de demolição pode também ser usada em vigas e colunas, é possível construir incríveis decks de madeira ou até mesmo paredes inteiras de madeira de demolição.

Falando de móveis, as possibilidades são praticamente infinitas. Dá para fazer cama, escrivaninha, pia, painel, mesa, cadeira, guarda-roupa, bancadas, portas, janelas. É bem provável que dê para fazer qualquer móvel usando madeiras de demolição. E claro que esses móveis serão muito mais especiais, bonitos e estilosos, uma vez que a madeira tem o poder de trazer, ao mesmo tempo, sofisticação e aconchego.

ripas de madeira

Cuidados necessários na manutenção da madeira de demolição

Por ser um material antigo e que passou por várias fases até chegar à sua casa, é importante garantir que nela seja feita uma boa limpeza e uma boa inspeção, para que ela não chegue ao seu destino muito danificada, com proliferação de pragas ou algo do tipo.

Além do mais, não é indicado deixar as madeiras de demolição em exposição à luz solar ou a luzes artificiais muito fortes, já que elas podem danificar o material. Também é importante evitar que a água entre em contato com o material. 

Outro cuidado importante é a verificação da procedência dessa madeira, uma vez que elas podem ter sido falsificadas ou retiradas de maneira ilegal.

Madeira de demolição e sustentabilidade

Pensar no uso das madeiras de demolição é pensar em sustentabilidade.

O motivo disso é simples: a extração da madeira é um processo desgastante para o meio ambiente. A reposição de uma madeira extraída demora muito tempo. Além disso, a extração feita de forma exacerbada é prejudicial. Por isso, o uso de madeiras de demolição é uma forma de reduzir e reciclar, pois evita o aumento de consumo e usa materiais que já estão no mundo.

Vantagens e desvantagens da madeira de demolição

As madeiras de demolição têm muitas vantagens, as principais são sua durabilidade, a rentabilidade, a diversidade de uso e a sustentabilidade.

Mas também existem desvantagens, que são o fato de, por serem peças únicas e antigas, poderem não ter toda a quantidade necessária à disposição. Além disso, é preciso ter os cuidados com a umidade, a proliferação de pragas e com a questão da falsificação dessas madeiras de demolição.

Assim, é necessário colocar na balança os prós e os contras do uso das madeiras de demolição. No entanto, os benefícios são, de forma geral, muito maiores do que as desvantagens. Apenas o fato de serem peças únicas e especiais, com uma história, justifica o uso delas dentro de um lar em formação ou em reforma.

O Amigo Construtor não te ajuda apenas no conhecimento e na escolha do uso da madeira de demolição. Ele também conta com inúmeros conteúdos que podem ajudá-lo a construir ou reformar seu tão querido imóvel. Portanto, não deixe de acompanhar todos os outros conteúdos do Amigo Construtor.

Assuntos relacionados:
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Decoração