Grandes Construções

Grandes Construções: conheça o Lakhta Center 

maior prédio da Europa

O Lakhta Center, localizado em São Petersburgo, na Rússia, é um complexo comercial e sede da Gazprom Group, uma companhia de energia global. Considerado o arranha-céu mais alto da Europa e o 14º mais alto do mundo, o edifício tem 462 metros de altura e foi construído em uma latitude de baixas temperaturas.

blank

Projetado por GORPROJECT e RMJM, o Lakhta Center teve sua obra iniciada no ano de 2012 e concluída em 2018. Sua área tem 400.000 m², e os materiais predominantes da construção foram aço, alumínio, concreto e vidro.

Reconhecido com o Emporis Skyscraper Award – uma premiação concedida desde 2000 por especialistas em arquitetura de todo o mundo –, o complexo foi selecionado por um júri internacional entre mais de 700 edifícios finalizados até o ano de 2019, com altura mínima definida de 100 metros. Além disso, durante a construção, foram despejados cerca de 19.624 m³ de concreto em 49 horas, o que resultou no recorde mundial de despejamento contínuo de concreto.

Estrutura do Lakhta Center

O Lakhta Center é constituído por quatro instalações: um arranha-céu com 87 andares; um edifício multifuncional; um arco que atua como entrada autônoma do edifício para o complexo; e um estilóbato que cobre o estacionamento e áreas logísticas.

A estrutura externa do edifício é constituída por cinco alas com rotação de aproximadamente 90 graus, com o intuito de proporcionar o formato de uma labareda, em referência ao logotipo da Gazprom, e, ao mesmo tempo, remeter à imagem de uma onda, pelo fato de estar localizado próximo ao mar.

Lakhta Center

Além do espaço destinado a escritórios, o edifício tem um deck de observação a 360 metros de altura e um restaurante com vista panorâmica. No restante do complexo, há um planetário, um centro científico e educacional, um espaço de concertos, anfiteatro e diversas praças construídas para o público.

O Lakhta Center contém um núcleo central com cinco níveis que atuam como “estabilizadores” e são responsáveis por distribuir as cargas paralelas ao horizonte, em 15 colunas em sua circunferência, com vigas de aço de até 18 m de vão. Essa técnica garante que a torre seja e permaneça resistente às cargas de vento da sua localidade, que costumam chegar a cerca de 140 quilômetros por hora quando alcançam a sua altura.

blank

Inovação técnica

O Laktha Center é repleto de inovações de eficiência energética em seu design. Os vidros duplos de sua fachada proporcionam o aumento do nível de isolação térmica, reduzindo custos com ar-condicionado e aquecimento.

Estrutura em vidro do maior edifício da Europa

Pensando no inverno, foi projetado um sistema que controla a formação de gelo e protege a fachada da torre, assim como as pessoas que por ali passarem – evitando que blocos de gelo despenquem. Um sistema específico para a estação foi criado, com a finalidade de acumular toneladas de gelo durante a noite que possam ser utilizadas para refrigerar ambientes durante o dia.

Por meio da implementação de tecnologias de ponta e inovadoras na construção, o consumo energético do edifício é reduzido de forma significativa. Há aproximadamente 40% de economia de energia elétrica graças às estruturas de isolamento térmico, iluminação de LED, ventilação e luz natural, janelas panorâmicas, entre outras tecnologias que garantem a redução de custos e do impacto no meio ambiente.

Escolhas verdes

Por sua construção ecologicamente correta e eficiente, em 2018, o Lakhta Center recebeu a certificação LEED Platinum – o mais alto nível Platinum. Além de ser considerado o edifício mais verde da Rússia, ele também é um dos cinco arranha-céus mais ecológicos do mundo.

Lakhta Center

Durante a fase de projeto e construção, o complexo recebeu a pré-certificação LEED Gold. Porém, no decorrer da obra, inúmeros fatores foram aprimorados. Dos que merecem destaque, os indicadores de acessibilidade ao transporte e a qualidade interna dos ambientes foram aprimorados com excelência.

A partir de novas implementações e alterações, foi comprovada a ausência de impactos negativos no meio ambiente, o que se deve também às instalações de tratamento do escoamento superficial do território.

Os recursos verdes do edifício incluem as tecnologias inovadoras citadas anteriormente e um sistema inteligente de eliminação de resíduos, responsável por aprimorar a higiene e reduzir as emissões de CO2. Além disso, os sensores de contato e detectores de movimento ganham ênfase na economia de energia e água.

Gostou de saber mais sobre o Lakhta Center, o maior prédio da Europa? Então veja mais Grandes Construções aqui no Amigo Construtor!

Fontes: Site oficial e GoProject.

Assuntos relacionados:
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Grandes Construções