Construção é Arte

Materiais descartados da obra viram exposição de arte 

materiais

Como já publicamos por aqui no primeiro artigo da série sobre reaproveitamento na obra, reutilizar materiais descartados da Construção Civil é algo importante não apenas para o meio ambiente, mas também para minimizar desperdícios e custos.

E para reafirmar essa importância, o  CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo traz a exposição “Esquinas que me atravessam”, que está sendo exibida até o dia 22 de outubro. É uma mostra individual de Rodrigo Sassi, artista que usa elementos descartados para dar uma nova vida a eles. A visita é gratuita e acontece de quarta a segunda, das 9h às 21h.

São 20 obras inéditas produzidas em madeira, concreto e metal

Uma das principais obras da exposição á “Corpo Acomodado”, uma grande instalação em madeira e concreto, construída a partir dos moldes das fôrmas de concreto armado.
materiais
Ao longo do espaço circular estão as esculturas de parede feitas de madeira, concreto e metal;
blank
Além de uma série composta por cinco xilogravuras sobre papel, feita também a partir dos vestígios de edificações urbanas.
blank
São obras interessantes que trazem uma nova perspectiva do que podemos fazer com materiais que normalmente descartamos. Vale a visita como fonte de inspiração e passeio diferente para fazer com a família.

Sobre o artista

Rodrigo Sassi é graduado em Artes Plásticas pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado. Paulistano, participou de diversas residências artísticas, como a Cité Internacionale des Arts de Paris (2014/2015) na França, e Sculpture Space nos Estados Unidos (2016). Realizou exposições individuais em galerias e instituições, tanto no Brasil como no exterior, dentre elas “Mesmo com dias maiores que o normal”, no Centro Cultural São Paulo, em 2017 e “Las pequeñas distracciones que te llevan al desvío”, na galeria Arredondo \ Arozarena, na Cidade do México, em 2015.
blank

Gostou de ver uma forma alternativa para reaproveitar materiais descartados da obra? Então continue ligado aqui no Amigo Construtor!

Fonte/Créditos: Pool de Comunicação

Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Construção é Arte