Histórias da Construção

Série Estilos do Brasil: o estilo neoclássico na arquitetura do centro histórico de São Paulo 

blank

O centro histórico de São Paulo é caracterizado pela beleza arquitetônica de monumentos importantes da cidade, que conta com a presença de pontos turísticos que atraem pessoas do mundo todo. Entre as coisas que enchem os olhos dos turistas, estão os prédios com arquitetura neoclássica. Confira a seguir mais informações sobre esse estilo arquitetônico!

APP Amigo Construtor

A arquitetura neoclássica surgiu no Brasil em 1750, quando o português Marquês de Pombal enviou para o país arquitetos neoclássicos renomados. Apesar disso, foi apenas em 1808, com a transferência da corte portuguesa para a colônia e a vinda da família real ao Brasil, que o movimento começou a se expandir, atingindo seu auge em 1816, com a chegada da Missão Francesa, um grupo de artistas europeus de renome.

O estilo arquitetônico encanta pela simetria e sofisticação, e, entre as características presentes nas construções, estão a grande influência da arquitetura romana e grega, formas geométricas, retangulares e simétricas, paredes de cores suaves, decoração interna com pinturas e revestimentos sofisticados.

pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo é o museu mais antigo da capital paulista. Fundado em 1905, o edifício foi projetado pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo no final do século XIX e passou por uma ampla reforma em 1998, assinada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha. O profissional buscou preservar a atemporalidade e a linguagem neoclássica da construção e destacou-se por sua arquitetura que mistura o passado com o presente, trazendo a modernidade para o espaço.

Centro Histórico de SP

A Caixa Cultural São Paulo é uma das unidades da rede Caixa Cultural, um complexo de centros culturais localizados em diferentes capitais do Brasil. O centro cultural está em funcionamento desde 1989, em um prédio cujo projeto começou a ser elaborado em 1933 e que foi construído a partir de 1935. A responsabilidade do planejamento e da obra ficou a cargo dos Escritórios Albuquerque & Longo.

A edificação chama atenção pelas imponentes colunas da entrada principal e pelo mármore que reveste as paredes externas do térreo.

Centro Histórico de São Paulo

O Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo, também conhecido como CCBB São Paulo, foi inaugurado em 21 de abril de 2001. Porém o prédio foi construído em 1901 e reformado entre 1923 e 1927 pelo arquiteto Hippolyto Pujol Junior para abrigar a sede do Banco do Brasil em São Paulo.

O prédio tem influências do neoclássico e do art nouveau e está sediado na rua Álvares Penteado (esquina com a Rua da Quitanda, no centro histórico da cidade). O espaço abriga salas de exposições, um cinema, um teatro, um auditório, restaurante, lojinha e café.

Mercado Municipal de SP

Além da variedade voltada para a gastronomia e o lazer, que fazem parte do famoso Mercado Municipal de São Paulo, carinhosamente apelidado de Mercadão, é possível encontrar verduras, legumes e frutas fresquinhas, carnes, aves, peixes e frutos do mar, massas, doces, especiarias e produtos importados.

Meu Álbum de Obras

Inaugurado em 25 de janeiro de 1933, o edifício neoclássico conta com uma beleza arquitetônica projetada pelo escritório do arquiteto Francisco Ramos.

Theatro Municipal de SP

Com fortes influências neoclássicas, o Theatro Municipal de São Paulo é um dos principais cartões postais da cidade e encanta pela imponência e beleza presentes na sua arquitetura preservada. O espaço foi projetado pelos arquitetos Domiziano e Claudio Rossi e construído por Ramos de Azevedo. As obras do teatro iniciaram-se em junho de 1903, e ele foi inaugurado em 12 de setembro de 1911.

O teatro apresenta características muito vistas no estilo neoclássico, que abusa do uso de pilastras, formas geométricas e simetria, além das cores suaves que formam a composição perfeita, característica do movimento.

Estação da Luz

Considerada uma das maiores belezas do centro da cidade de São Paulo, a arquitetura da Estação da Luz em estilo neoclássico foi projetada pelo arquiteto britânico Charles Henry Driver, especialista em estações ferroviárias. Além de todo o material utilizado na construção ter sido importado da Inglaterra, a estação chama a atenção pela ampla edificação com o relógio que se assemelha muito ao Big Ben, de Londres.

Centro Histórico de SP

Localizado na região central, o prédio do Palácio da Justiça abriga o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. A edificação foi projetada pelo arquiteto Ramos de Azevedo e construída no estilo neoclássico com traços do movimento da arquitetura barroca praticada durante o Renascentismo. O prédio encanta pela sua imponência e pela beleza presente em cada detalhe da construção.

Centro Histórico de São Paulo

O Edifício Matarazzo, projetado pelo arquiteto italiano Marcelo Piacentini, abriga a atual sede da Prefeitura de São Paulo e tem um estilo neoclássico muito utilizado na Itália na década de 30. A edificação grandiosa e imponente encanta pelo hall de entrada, e as paredes são revestidas em mármore travertino, dando uma aparência luxuosa ao local.

Gostou de conhecer melhor a arquitetura neoclássica no centro histórico de São Paulo? Então saiba mais da influência da economia da borracha na arquitetura da Região Norte!

Assuntos relacionados:
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Histórias da Construção