Faça Você Mesmo

Confira 8 dicas para realizar uma boa pintura residencial e renovar seu imóvel 

blank

Ao longo da vida, o ser humano sente a necessidade, em diversos momentos, de fazer mudanças, renovações, em diversos aspectos de sua rotina. O lar é um dos bens mais preciosos que alguém possa ter, e sentir-se bem dentro de sua própria casa é um passo importante para se manter feliz e disposto no dia a dia de cada um. Com isso, uma das soluções para essa fuga da mesmice é a pintura residencial, por exemplo.

Você sabe qual é a melhor maneira de executar uma boa pintura residencial? O segredo é respeitar a ordem correta de execução desse serviço. Comece por uma avaliação detalhada, prepare todo o local e só depois parta para a pintura.

Pensando nessa sequência ideal, separamos algumas dicas muito úteis para você. Caso sejam percebidas infiltrações ou trincas, o reparo deve ser a primeira providência. Esses cuidados garantem a qualidade do serviço e impedem que problemas existentes reapareçam após algum tempo.

pintura residencial

Passo a passo para pintar seu imóvel

Para realizar uma pintura residencial de qualidade, o primeiro e mais importante passo se resume em apenas uma palavra: planejamento. Antes de tirar a tinta da lata, é fundamental que todo o processo seja bem pensado, evitando desta forma, uma possível frustração e um gasto maior que o previsto, com um produto final que não irá lhe agradar.

Portanto, caso sua escolha seja para fazer por conta própria a nova pintura residencial de sua casa ou apartamento, atente-se aos seguintes passos que irão lhe ajudar no processo de transformação e revitalização do seu imóvel, indo desde a preparação do espaço que receberá uma nova cara, até os equipamentos necessários para se fazer uma pintura de qualidade.

Quais materiais irá precisar

Tomando como exemplo um cômodo qualquer da área interna de sua residência, comece por separar os materiais e equipamentos necessários para se realizar a pintura com a devida organização e segurança. Pincéis e rolos (existem diversos tipos e tamanhos, que oferecem resultados diferentes, de acordo com o gosto do cliente), pistola para pintura, procurando saber qual a melhor pistola para pintura residencial, utilização de roupas compridas, luvas, máscaras, óculos de proteção e afins, irão prevenir que você seja afetado pelo possível forte cheiro da tinta, ou por lascas de parede que podem atingir os olhos e a pele, por exemplo.

Após fazer a mise en place da pintura residencial, o próximo passo é preparar o ambiente que será pintado. Retire móveis próximos, ou cubra-os com lençóis velhos para que não sejam manchados, remova as tomadas ou proteja-as com fita adesiva e preserve o piso e a batente das paredes com jornais, para que não seja colorido aquilo que não é desejado.

Dependendo do estado da parede que será pintada, alguns passos podem ser necessários para um resultado de maior qualidade e beleza em sua pintura. Em muitos casos, será necessária a aplicação de massa corrida, para corrigir possíveis imperfeições e rachaduras, e lixar para manter a superfície plana, por exemplo. Os cuidados tomados antes da aplicação da tinta são fundamentais para uma pintura de qualidade.

O pintor nunca deve colocar o pincel ou rolo diretamente na lata, evitando dessa forma que possíveis impurezas caiam na tinta e prejudiquem o resultado final de sua pintura em residência. Portanto, a utilização de um tabuleiro para se despejar a tinta é o caminho mais adequado para dar início à transformação de sua casa.

Outra dica que irá lhe ajudar a ter um resultado agradável de sua pintura é ter atenção e cuidado com os acabamentos. Por exemplo, caso haja duas paredes que sejam seguidas e o seu desejo seja pintá-las com cores diferentes, um cuidado com o acabamento da pintura é primordial para que não ocorra nenhuma mancha indesejada.

Portanto, cobri-la com fita adesiva e utilizar pincéis mais delicados próximos às bordas das paredes são técnicas simples e eficientes para se realizar uma pintura de qualidade. Quando a tinta secar, basta tirar a fita adesiva e o resultado será muito satisfatório e exatamente como o desejado.

Ao finalizar o processo de pintura de sua residência, é recomendado guardar possíveis sobras de tinta, pois nunca se sabe quando uma parede pode ser manchada ou lascada acidentalmente. Caso aconteça, algumas simples passadas de tinta no local afetado irão deixar sua parede bela e limpa novamente.

 

Prepare as superfícies e faça as proteções

Antes de iniciar qualquer serviço, calce luvas, vista máscara e óculos de proteção. Limpe as paredes (como indicado) e use uma espátula para as correções com a massa corrida. Após o acabamento com a lixa, remova todo o pó com vassoura de pelo e pano úmido.

Para maior produtividade no trabalho, remova os acabamentos de tomadas e interruptores. Proteja portas, janelas e rodapés com fita crepe grossa e use vaselina líquida nas dobradiças e maçanetas, isso evita que respingos de tinta grudem. Já para o piso, é indicado papelão ou jornal; lonas plásticas não absorvem a tinta e você corre o risco de deixar pegadas pela casa.

Calcule a quantidade de material 

Uma dica interessante é calcular o volume de tinta usando a “calculadora de tintas”, disponibilizada na internet pelos principais fornecedores. Ela ajuda a estimar a quantidade de maneira mais precisa e a evitar desperdícios.

Já a quantidade de massa corrida dependerá dos pequenos reparos a serem feitos. Serão necessárias também lixas finas para o acabamento.

Inicie a pintura

A luz natural é sua grande aliada para enxergar todos os detalhes, por isso, comece cedo. Em dias muito úmidos, a tinta seca mais lentamente e, naqueles muito secos, é mais difícil espalhá-la. Vale conferir a previsão do tempo, pois isso influencia no rendimento do trabalho.

Tintas da mesma cor, mas de lotes diferentes, podem apresentar variações de tonalidade. Por esse motivo, o ideal é misturar o conteúdo das latas antes de usar. Para evitar desperdício e sujeira na aplicação, use uma bandeja.

Comece a primeira demão pelos cantos, com um pincel (trincha) de cerdas inclinadas. Assim, fica mais fácil usar o rolo de lã depois. A sequência indicada é pintar o teto e depois as paredes, para respingos não estragarem o que já foi feito.

Respeite o intervalo indicado na embalagem para aplicar a segunda demão. Isso previne manchas e garante melhor aderência. Após concluí-la, espere novamente e avalie se será preciso a terceira.

Entregue o ambiente limpo

Terminada a última demão, lave as ferramentas e remova as proteções com cuidado. Reinstale os acabamentos elétricos e elimine qualquer sujeira. Um trabalho bem-feito será ainda mais valorizado em um ambiente limpo!

Escolha de cor

Não muito tempo atrás, o processo para a escolha das cores do cômodo ou da pintura externa da casa que o cliente gostaria de fazer poderia se tornar um verdadeiro pesadelo. Na maioria dos casos, o cliente veria incontáveis cores e tonalidades diferentes nas paletas de cores das lojas e precisaria imaginar se aquela determinada cor combinaria com seu espaço, seus móveis e afins, tornando as chances de uma possível decepção com o resultado final, consideravelmente grandes.

Porém, graças ao advento da tecnologia, os tempos mudaram e aquele que tiver vontade de transformar sua residência, consegue ver tranquilamente o resultado da obra, antes mesmo de ela ser iniciada. Existem inúmeros simuladores online, que permitem visualizar as cores que mais lhe interessam em seu próprio espaço, seja ele dentro de casa, como sua sala de estar ou quarto, seja a pintura externa de sua residência.

Sem gastar nada, tornou-se muito mais fácil decidir qual a cor ideal a ser utilizada em sua reforma, conseguindo antecipar se ela combina com seus móveis, piso, ou até mesmo o seu jardim, diminuindo consideravelmente a chance de decepções e gastos elevados com tintas que não combinarão com seu espaço, auxiliando em um maior controle dos gastos de sua pintura residencial.

escolha a cor da tinta

 

Se vai ter profissional ou não

Caso o trabalho manual não seja a sua preferência, você pode contratar profissionais de pintura residencial, que farão o trabalho de acordo com o seu desejo. Entenda quais são os custos gerais para se contratar estes tipos de profissionais e suas vantagens.

O valor gasto para contratar um pintor, ou uma equipe de pintores, para revitalizar sua casa ou apartamento é algo um tanto quanto variável, dependendo muito do tipo de pintura, texturas, acabamentos, empresa contratada e outras particularidades do serviço. 

De maneira geral, os valores são estipulados de acordo com a quantidade de metros quadrados que serão pintados, podendo variar em média, de R$ 10 até R$ 35 por metro quadrado. Lembrando: caso as paredes que serão trabalhadas pelos profissionais de pintura, necessitem de reparos, aplicação de massa corrida, lixação e afins. Esses valores também serão cobrados no serviço.

Fazer um planejamento correto com a empresa contratada para o serviço é fundamental para que não haja dores de cabeça ao final do processo, como valores a mais cobrados pela necessidade de comprar mais materiais ou por algum serviço extra que não estava nos planos do contratante.

As vantagens de ter profissionais da pintura residencial trabalhando na reforma de sua casa ou apartamento são diversas. Ao contratar especialistas, o gasto pode até ser maior do que fazendo por conta própria, mas você contará com um serviço especializado e de qualidade, impedindo-o de se machucar ao tentar pintar locais mais altos, como as áreas externas de sua casa, por exemplo.

Sua preferência pode ser por fazer por conta própria, ou contratar um profissional para fazer sua pintura residencial, mas o fato é que todos, em determinado momento, precisam dar aquela revitalizada em seus lares, e começar com uma grande mudança nas cores e na aparência de suas casas, é um ótimo início para quem busca reconstruir um ambiente que possa estar causando a sensação de mesmice, fazendo-o parecer novo em folha.

Colocando em prática essas dicas, a pintura residencial ganha em qualidade e produtividade. Lembre-se: para esse serviço, é fundamental que as paredes estejam nas condições ideais, pois isso influenciará no resultado final. Fique atento aos detalhes e mãos à obra!

Assuntos relacionados: , , , ,
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Faça Você Mesmo